Fisioterapia nas causas das deficiências motoras em crianças



 

As deficiências motoras em crianças podem ter diversas causas, e a fisioterapia desempenha um papel crucial no tratamento e na gestão dessas condições. Aqui estão algumas das principais causas das deficiências motoras em crianças e como a fisioterapia pode ajudar:

1. Lesões Neurológicas Congênitas ou Adquiridas: Lesões neurológicas, como paralisia cerebral, lesões medulares, acidente vascular cerebral (AVC) e lesões traumáticas no cérebro, podem resultar em deficiências motoras. A fisioterapia trabalha para maximizar a função motora, melhorar o equilíbrio, a coordenação e a mobilidade, e prevenir complicações secundárias, como contraturas musculares e deformidades ortopédicas.

2. Condições Genéticas e Cromossômicas: Algumas condições genéticas e cromossômicas, como distrofias musculares, síndrome de Down, síndrome de Prader-Willi e distúrbios do espectro autista (TEA), podem afetar o desenvolvimento motor das crianças. A fisioterapia visa otimizar a função musculoesquelética, promover a independência nas atividades diárias e maximizar a participação na vida cotidiana.

3. Traumatismos e Lesões Físicas: Traumatismos físicos, como lesões na medula espinhal, fraturas ósseas e amputações, podem causar deficiências motoras em crianças. A fisioterapia desempenha um papel importante na reabilitação pós-traumática, ajudando a restaurar a função musculoesquelética, melhorar a mobilidade e a qualidade de vida e facilitar a reintegração na comunidade.

4. Complicações Perinatais: Complicações durante o parto, como falta de oxigênio (asfixia perinatal), prematuridade e baixo peso ao nascer, podem levar a danos neurológicos e deficiências motoras em recém-nascidos. A fisioterapia neonatal e pediátrica é essencial para fornecer intervenções precoces e suporte às famílias, visando promover o desenvolvimento motor e o crescimento saudável da criança.

5. Doenças Musculares e Neuromusculares: Doenças musculares e neuromusculares, como distrofia muscular, paralisia muscular congênita e miopatias, podem causar fraqueza muscular e comprometimento da função motora. A fisioterapia busca maximizar a função muscular remanescente, prevenir contraturas e deformidades, e proporcionar suporte para atividades diárias e participação social.

Em geral, a fisioterapia para crianças com deficiências motoras é centrada na criança, adaptada às suas necessidades individuais e enfatiza o desenvolvimento motor, a independência funcional e a participação ativa na vida cotidiana. Por meio de intervenções personalizadas, exercícios terapêuticos, técnicas de mobilização, treinamento de marcha, uso de órteses e adaptações ambientais, a fisioterapia desempenha um papel vital na melhoria da qualidade de vida e no bem-estar dessas crianças.


  • EBOOK GRATUITO: Áreas de Atuação da Fisioterapia na Pediatria
  • Receba postagens no Whatsapp

  • Tenho indicações para você aprofundar seus estudos na Fisioterapia:
  • Ebook Fisioterapia Manual Completa
  • Ebook Avaliação Postural Completa
  • Mini Curso Como trabalhar com Reembolso na Fisioterapia






  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.