terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Fases do desenvolvimento infantil, segundo Jean Piaget







Conhecer as diferentes fases de desenvolvimento da criança ajuda o fisioterapeuta a trabalhar melhor a criança. Muitos educadores utilizam como parâmetro o Piaget para avaliações.

Vamos as fases ou períodos.

Período Sensório-Motor (0 a 2 anos)


- Aprendizagem da coordenação motora elementar

- Aquisição da linguagem até a construção de frases simples

- Desenvolvimento da percepção

- Noção de permanência do objeto

- Preferências afetivas

- Início da compreensão de regras


Período Pré-Operatório (2 a 7 anos)

- Domínio da linguagem

- Animismo, finalismo e antropocentrismo/egocentrismo, isto é, os objetos são percebidos como tendo intenções de afetar a vida da criança e dos outros seres humanos.

- Brincadeiras individualizadas, limitação em se colocar no lugar dos outros

- Possibilidade da moral da obediência, isto é, que o certo e o errado é aquilo que dizem os adultos.

- Coordenação motora fina.


Período das Operações Concretas (7 a 11 ou 12 anos)

- Início da capacidade de utilizar a lógica

- Número, conservação de massa e noção de volume

- Operações matemáticas, gramática, capacidade de compreender e se lembrar de fatos históricos e geográficos

- Auto-análise, possibilidade de compreensão dos próprios erros

- Planejamento das ações

- Compreensão do ponto-de-vista e necessidades dos outros

- Coordenação de atividades, jogos em equipe, formação de turmas de amigos (no início de ambos os sexos, no fim do período mais concentrada no mesmo sexo).

- Julgamento moral próprio que considera as intenções e não só o resultado (p.ex. perdoar se foi "sem querer"). Menos peso à opinião dos adultos.


Período das Operações Formais (11-12 anos em adiante)

- Abstração matemática (x, raiz quadrada, infinito)

- Formação de conceitos abstratos (liberdade, justiça)

- Criatividade para trabalhar com hipóteses impossíveis ou irreais (se não existe gravidade, como funcionaria o elevador? Se as pessoas não fossem tão egoístas, não precisaria de polícia.). Possibilidade de dedicação para transformar o mundo.

- Reflexão existencial (Quem sou eu? O que eu quero da minha vida?)

- Crítica dos valores morais e sociais

- Moral própria baseada na moral do grupo de amigos

- Experiência de coisas novas, estimuladas pelo grupo de amigos

- Desenvolvimento da sexualidade

Já acessou o FAÇA FISIOTERAPIA hoje?
Saiba mais sobre ESSE ASSUNTO clicando aqui!
Receba as NOTÍCIAS no seu email se inscrevendo aqui!
Veja os melhores EQUIPAMENTOS e CURSOS ON LINE de Fisioterapia.
Assista VIDEOS de Fisioterapia



COMENTE O POST