Uma em cada 10 crianças necessitam de cuidados médicos devido à lesões esportivas







Atividade esportiva ou competitiva é aquela atividade física que visa superar limites pessoais ou vencer adversários. Exemplo: competir em uma partida de futebol.Refere-se à prática de esportes em geral.

Cerca de 38 milhões de crianças e adolescentes nos Estados Unidos participam de esportes organizados, de acordo com os dados do National Institutes of Health.Pesquisadores do Safe Kids USA, uma entidade norte-americana que visa promover a saúde infantil, estimam que cerca de uma em cada 10 crianças necessitam de cuidados médicos devido à lesões esportivas.

"Desejamos alertar os pais e profissionais da área esportiva sofre este fato, pois muitas dessas lesões poderiam ser prevenidas", disse o Dr. Jamie Freishtat, pediatra e porta-voz do Safe Kids USA.

As possíveis lesões infantis são inúmeras: arranhões e contusões, entorses e distensões, lesões na cabeça, lesões relacionadas ao calor, e até mesmo, raramente, a morte.

Algumas lesões são agudas, como uma fratura ou lesão em um ligamento; outras são causadas pelo efeito gradual do uso excessivo dos músculos."Nossas crianças estão se especializando em determinados esportes aos 7 ou 8 anos de idade.Essa tendência não é saudável.Quando uma criança pratica o mesmo esporte durante 12 meses seguidos, as suas chances de desenvolver lesões esportivas por sobrecarga, aumenta consideravelmente", disse o Dr. John Hurley, um cirurgião ortopédico e membro do Safe Kids USA.

Algumas dicas para reduzir o risco de lesões, de acordo com o Dr. Hurley:

-Prepare seu filho(a) para a prática desportiva.Faça uma avaliação médica pré-participação desportiva em seu filho(a).Converse com ele sobre todos benefícios do esporte, como fortalecer amizades, desenvolver o espírito de equipe e, principalmente, o conceito de uma noção competitiva "saudável".É importante estabelecer metas realistas.
-Mesmo que haja uma preferência, varie a modalidade desportiva praticada.
-O treinamento de força (musculação) pode ajudar a reduzir as lesões por sobrecarga.Crianças com 10 ou 11 anos de idade podem começar a fazer exercícios de musculação com a permissão médica, usando menos pesos e realizando mais repetições.
-Esteja envolvido no esporte praticado por seu filho(a).Converse com o seu técnico sobre as práticas desportivas saudáveis.
-Não economize em equipamentos de segurança, como capacetes e caneleiras.
-Preste atenção aos sintomas referidos pelos "pequenos" atletas, bem como, o seu estado de humor.Para algumas crianças, a dor é normal, mas não ao longo prazo.Se um criança está lesionada por mais de uma ou duas semanas, algo de errado está acontecendo, e precisa ser adequadamente avaliado.

Fonte: Safe Kids USA.



Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.